Translate

quarta-feira, 8 de agosto de 2012

Comissão do Conselho Fiscal do Fla recomenda rejeição das contas de 2011





Após o Conselho Deliberativo do Flamengo ter aprovado com ressalvas as contas de Patrícia Amorim em 2010 – os ajustes pedidos pelos conselheiros estão em fase final, dependendo de detalhes em relação aos lançamentos da dívida alocada no financiamento da Timemania – a comissão formada pelo Conselho Fiscal para analisar as contas de 2011 do Flamengo apresentou na noite desta terça-feira o resultado do trabalho, em reunião extraordinária do órgão. O relator do grupo, Sebastião Pedrazzi, ex-vice de finanças do clube na gestão Marcio Braga, recomendou a reprovação dos números ao plenário do Conselho Fiscal, que abrirá votação antes de emitir um parecer para ser enviado ao Deliberativo.
O presidente do órgão, Leonardo Ribeiro, explicou as razões.
- Não é o parecer ainda. A recomendação do relator Sebastião Pedrazzi e o seu grupo de trabalho é de que como até agora não foi apresentada prestação de contas do exercício de 2011, nem a execução orçamentária, o plenário do Conselho Fiscal encaminhe uma rejeição de contas. Aí vamos debater a formatação do parecer. O relator cansou de esperar.
Durante a reunião anterior do Conselho Fiscal, transmitida ao vivo na internet, o próprio contador do clube, Rogério Tosca da Encarnação, fez duras críticas à organização interna do Flamengo, sem conseguir explicar um montante de R$ 7 milhões na contabilidade em adiantamentos sem prestação de contas – o vice de finanças, Michel Levy, afirmou que em breve poderá esclarecer, com documentos, essa questão, acrescentando que a equipe de contabilidade já foi trocada. Até o momento, nenhum balancete financeiro trimestral foi emitido em 2012 e deve ser anunciado, a pedido do Conselho Fiscal, um balanço semestral extraordinário até o fim deste mês.
Na reunião da semana passada, diversas vezes membros do Conselho Fiscal reclamaram da dificuldade de obter informações da diretoria e um dos conselheiros presentes chegou a sugerir que o órgão mostrasse todos os ofícios não respondidos. A transmissão da reunião desta terça-feira não aconteceu – teria sido vetada pela diretoria depois da divulgação pelo GLOBOESPORTE.COM da participação do contador no Conselho Fiscal.
FONTE:GLOBO.COM
Postar um comentário