Translate

quinta-feira, 27 de dezembro de 2012

Dia de mudanças no Flamengo: novo presidente assume, e Zinho deve sair

Patricia Amorim se despede, e Eduardo Bandeira de Mello toma posse nesta quinta-feira, data-limite para diretor de futebol anunciar decisão sobre futuro


Por Janir JúniorRio de Janeiro




A quinta-feira marca o começo de uma nova era do Flamengo. Às 19h, na sede da Gávea, o presidente Eduardo Bandeira de Mello toma posse em substituição a Patrícia Amorim, que comandou o clube nos últimos três anos, tempo no qual conquistou apenas um título no futebol profissional, o Campeonato Carioca de 2011. E o dia também será de decisão para o departamento de futebol, pois é a data-limite para que Zinho responda se permanecerá no clube em 2013. O dirigente deve mesmo deixar o clube, decisão que amadureceu nos últimos dias. Em confraternização na Gávea nesta quarta, Zinho já falava abertamente sobre sua saída
.
Eduardo Bandeira de Mello chega, e Zinho deve sair do Flamengo (Foto: Editoria de Arte/Globoesporte.com)

Diretor de futebol durante oito meses da atual temporada, o tetracampeão recebeu nova proposta depois da chegada de Paulo Pelaipe, que assumiu o departamento de futebol ao lado de Wallim Vasconcellos.

Para seguir no clube, além de deixar de ser diretor e passar à função de gerente – o que não incomoda o dirigente -, Zinho teria uma significativa redução salarial. O grande corte no vencimento mensal não agradou ao ex-jogador, que pediu para dar a resposta depois do Natal.

Nesta quarta-feira, Zinho esteve na sede do clube para resolver algumas pendências e admitiu que o caminho aponta para a saída. O dirigente diz que ganhará menos, terá carga de trabalho semelhante à de 2012 e será o alvo principal em caso de críticas ao departamento.

Ampla vitória nas urnas e esperança de dias melhores


Na cúpula, Eduardo Bandeira de Mello assume a cadeira presidencial. Nas eleições realizadas no dia 3 de dezembro, o candidato de oposição teve larga vantagem em relação a Patricia Amorim: 1.414 votos, contra 914.

Eduardo Bandeira de Mello teve a candidatura confirmada apenas no dia 9 de novembro. O empresário de 59 anos, formado em administração de empresas, assumiu o lugar que era de Wallim Vasconcellos, que foi impugnado (o candidato não possuía cinco anos de vida associativa no clube). O novo presidente tem carreira de 25 anos como executivo do Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES), e é sócio do Flamengo há 34 anos e fez parte do Conselho de Administração entre 2007 e 2009.

A diretoria eleita do Flamengo deve iniciar em janeiro uma minuciosa auditoria nas finanças rubro-negras. A intenção é saber a real situação em que o clube se encontra para que se possa fazer um planejamento preciso de reestruturação.

Um time de executivos que compôs a chapa vencedora nas urnas servirá como base de apoio para Eduardo Bandeira.




fonte link


siga-nos pelo twitter e fique por dentro das noticias do mais querido do mundo
Postar um comentário