Translate

sexta-feira, 14 de dezembro de 2012

Zinho tem nova reunião com Pelaipe, mas ainda não decidiu se vai ficar

Atual diretor ajuda na transição no departamento de futebol e discute, entre outras questões, a redução salarial que sofreria em caso de permanência


Por Richard SouzaRio de Janeiro


Zinho ainda tem dúvidas sobre seu futuro no clube
(Foto: André Portugal/VIPCOMM)

A rotina de reuniões entre Paulo Pelaipe, novo diretor executivo de futebol do Flamengo, e Zinho, diretor da gestão de Patricia Amorim, continua. No fim da manhã desta sexta-feira, a dupla se encontrou novamente para dar sequência ao processo de transição no departamento. Zinho apresentou a Pelaipe o advogado do futebol rubro-negro, André Galdeano. Está prevista ainda para esta sexta uma visita de Pelaipe ao Ninho do Urubu para conhecer as instalações do CT rubro-negro.

O ex-jogador tem passado relatórios a Pelaipe sobre questões pendentes, como renovações de contrato, lista de dispensa, reforços indicados por Dorival Júnior e programação da pré-temporada. Zinho tem contrato até 31 de dezembro e foi convidado a ficar no clube na função de gerente, abaixo do vice de futebol, Wallim Vasconcellos, e de Pelaipe. A resposta, no entanto, ainda não foi dada. O atual diretor, que recebe cerca de R$ 100 mil, teria de aceitar uma considerável redução salarial.

- Queremos que ele fique porque está fazendo um bom trabalho. Conversei com ele, o trabalho está bom, ele está gostando, entusiasmado. Temos que ajustar o salário do Zinho, pois o contrato dele vai vencer. Vamos fazer a proposta para que ele fique. Queremos que ele fique. Vai depender agora do Zinho. Nós vamos decidir entre hoje (sexta) e amanhã, vamos tentar resolver esse assunto – disse Pelaipe.

A decisão pode levar mais de tempo. Zinho tem dúvidas sobre a permanência e quer conversar com Dorival Júnior para tomar uma decisão. O treinador está de férias nos Estados Unidos e é esperado na próxima segunda-feira. Quando chegar, Dorival vai ouvir de Pelaipe que a comissão técnica do Flamengo passará por mudanças. A principal delas: Celso de Rezende, preparador físico da confiança de Dorival, será substituído. Pelaipe faz questão de contratar um profissional indicado por ele. Dorival poderia continuar com um ou dois auxiliares.

- O Zinho gostou da ideia. É a ideia correta. O treinador não manda no clube, ele manda na equipe, ele escala o time. Vamos ter uma conversa clara, objetiva e transparente (com Dorival). Queremos que ele fique, é uma excelente pessoa, excelente treinador, mas nós temos essa filosofia. O Flamengo não vai ficar refém de treinador. Vamos conversar na boa, dizer que queremos que ele fique, mas o Flamengo vai contratar um preparador físico do Flamengo. Não sei se isso vai interferir na decisão dele – afirmou o novo diretor.

Dorival tem contrato até o fim de 2013 com o Flamengo. Em caso de demissão, o clube teria de arcar com uma multa de R$ 2,7 milhões. Enquanto isso, Zinho prefere ficar em silêncio. Ele tem trabalhado normalmente na transição do futebol e procurado facilitar a chegada da nova gestão. Se decidir não aceitar o convite da gestão de Eduardo Bandeira de Mello, ele convocará uma entrevista coletiva.



fonte link


siga-nos pelo twitter https://twitter.com/urubucarniceiro e fique por dentro das noticias do mais querido do mundo
Postar um comentário