Translate

quarta-feira, 9 de janeiro de 2013

Fla recorre a investidores para fechar contratações

Por Pedro Henrique Torre

Getty


Volante Elias é nome próximo de chegar no Flamengo Em difícil situação financeira, a diretoria de futebol do Flamengo recorreu aos investidores do mercado em busca de reforços. Tão logo assumiu o clube, o grupo de Eduardo Bandeira de Mello compreendeu que a situação é mais grave do que o anteriormente imaginado. Por isso, apostou no bom relacionamento do diretor-executivo de futebol, Paulo Pelaipe, com empresários do meio para apostar as contratações. Acordos estão bem encaminhados para que o Flamengo, em breve, anuncie os reforços. O volante Elias, do Sporting, de Portugal, os laterais João Paulo, do Mogi Mirim, e Jussandro, do Bahia, e o meia Gabriel, também, do Bahia estão cotados.


A situação de Elias parece mais próxima. Inicialmente, a contratação foi descartada pelo alto valor pedido pelo Sporting: cerca de oito milhões de euros. O clube português pagou pouco mais dessa quantia para tirá-lo do Atlético de Madrid e torná-lo a contratação mais cara da história do clube. Como Elias não vingou, o clube português pretendia fazer caixa com o jogador. Diante da falta de ofertas concretas que chegassem à quantia desejada, a diretoria do clube português passou a ceder a alterativas. Entre elas, a venda de parte dos direitos do jogador e seu empréstimo por um ano a um clube brasileiro. No caso, o Flamengo seria a opção escolhida.


"Não tem nada acerto ainda", afirmou o diretor-executivo de futebol, Paulo Pelaipe, sobre Elias.


Ainda no mercado internacional, o clube mantém conversas com o meia-atacante Carlos Eduardo, ex-Grêmio e atual Rubin Kazan, da Rússia. Pelaipe possui boa relação com Jorge Machado, empresário do jogador e de forte atuação no Sul do Brasil. O problema é o desejo dos russos de, assim como o Sporting com Elias, recuperar o valor investido. As conversas caminham nos moldes de Elias: contratação por empréstimo, sem ônus e talvez com ajuda de investidores. Outra pedra no sapato é o interesse, ainda que velado, do Fluminense no jogador. Rodrigo Caetano, dirigente tricolor, trabalhou com Carlos Eduardo no Grêmio e tenta fechar o negócio com a amizade e, claro, o poderio financeiro da patrocinadora do clube das Laranjeiras.


Ao mesmo tempo, o clube trabalha com o mercado interno, de olho em boas revelações, mais baratas e de potencial. Sem dinheiro para concretizar as transferências, a ideia é que um grupo de investidores adquira os direitos destes jogadores promissores, com possibilidade de revenda, e os coloque na vitrine com a camisa do Flamengo. Entram neste caso o lateral-esquerdo Jussandro, de 20 anos, e o meia Gabriel, de 23 anos, ambos do Bahia. Os rubro-negros receberia os jovens sem ônus, pagando apenas o salário. O retorno aos investidores, claro, seria a exposição com a camisa do clube.


O lateral-esquerdo João Paulo, do Mogi Mirim, é mais um na mira do clube. A negociação estava bem encaminhada, mas como o clube paulista divulgou o possível desfecho, o Flamengo recuou. A possibilidade de anúncio do jogador existe. Neste caso, Jussandro, do Bahia, perderia força por se tratar de um nome para a mesma posição. A expectativa no clube é que as contratações sejam concretizadas e anunciadas tão logo o clube acerte ao menos parte das pendências salariais com o elenco atual.


fonte  link



siga-nos pelo twitter e fique por dentro das noticias do mais querido do mundo
Postar um comentário