Translate

terça-feira, 19 de fevereiro de 2013

Com Hernane, é fé em Deus e bola na rede





POR MARCIA VIEIRA


Rio - No dicionário, a palavra brocador significa aquele que corta e derruba o mato. Com muita garra e determinação, o atacante Hernane vem fazendo jus ao apelido pitoresco e abrindo o caminho rubro-negro rumo ao título da Taça Guanabara. No clássico com o Botafogo, ele mostrou estar iluminado ao marcar um gol de canela e garantir o Flamengo na semifinal.

Uma virada e tanto para quem quase foi negociado no ano passado e hoje é artilheiro isolado do Carioca com oito gols, em sete jogos. Uma mudança movida por sua inabalável fé em Deus e em si mesmo. Aliás, o vínculo do Brocador com o Rubro-negro, que acabaria no fim de maio, vai ser ampliado por três temporadas, até 2016.


Hernane está em alta no Flamengo | Foto: Ernesto Carriço / Agência O Dia

Filho ilustre da distante cidade baiana de Bom Jesus da Lapa, Hernane conviveu desde criança com romeiros e pagadores de promessa, que fazem da região um dos roteiros religiosos mais procurados do Brasil. Esta convivência não passou em branco.

“Uso sempre um crucifixo, a minha família é muito católica. Desde cedo acompanhei minha mãe e minha avó. No mês de agosto já deu um milhão de pessoas na cidade. Até hoje muita gente vai pagar promessa em Bom Jesus”, conta o atacante, que revela ter feito a sua primeira promessa em 2007, quando foi promovido ao profissional do São Paulo.


Brocador mostra a canela que decidiu o clássico | Foto: Ernesto Carriço / Agência O Dia

Mesmo sem ter chances, não desistiu. Mas até chegar ao Flamengo, onde vive o melhor momento da carreira, sua jornada foi espinhosa e de muita provação. Honrando o apelido de brocador, o atacante teve que cortar e derrubar muito mato em vários clubes modestos do interior de São Paulo e Paraná até despontar no Mogi Mirim ano passado. Lá sua sorte mudou e ele foi vice-artilheiro do Paulistão com 16 gols. Só ficou atrás de Neymar e chamou a atenção.

“Com a camisa do Flamengo estou vivendo um excelente momento. Agradeço a Deus e à minha família. É um momento muito feliz da minha vida.”

A felicidade foi conquistada com suor e muito trabalho. No fim do ano passado, o atacante quase saiu dos planos do técnico Dorival Júnior. Mesmo sem ser relacionado para alguns jogos, não se entregou: “Não larguei os treinos, treinei fortemente sabendo que uma hora a oportunidade ia chegar. E chegou”.

Perguntado se a mudança radical seria fruto de alguma promessa, Hernane respondeu: “Rezo quando vou dormir e acordo. Sempre peço a Deus para ter uma longa carreira aqui. Acho que as minhas orações diárias estão sendo uma promessa”.

Inspiração em frase de Dadá Maravilha

O gol de canela marcado por Hernane no clássico com o Botafogo não sai da cabeça do torcedor rubro-negro. Apesar de não ter sido uma obra-prima, garantiu a vitória apertada em jogo disputado e deixou o Flamengo a dois empates do título da Taça GB.

“Gol de canela também vale três pontos. O Flamengo precisava muito dessa vitória e conseguimos”, comemorou Hernane.


Hernane completa de canela e faz o oitavo gol no Carioca | Foto: Márcio Mercante / Agência O Dia

Ao ser lembrado de que o folclórico artilheiro do passado Dadá Maravilha já dizia que não existe gol feio, Hernane concordou.

“O atacante tem que estar bem posicionado e, quando sobrar a bola, tem que fazer de direita, esquerda ou de cabeça. Feio é não marcar”, repetiu Hernane, inspirado em Dadá.

Artilheiro pé-quente

Há menos de um ano na Gávea, Hernane pode ser considerado um atacante pé-quente. Nos nove jogos em que fez gol, o Flamengo ganhou todos. Um motivo a mais para deixá-lo orgulhoso de sua performance no time.

“É isso mesmo. Em todos os jogos em que fiz gol o Flamengo saiu vitorioso. No ano passado, com Figueirense, Bahia e Coritiba. E, este ano, o time também ganhou. Tomara que continue assim”, projeta o atacante, de 26 anos, que não se incomoda com o fato de a diretoria querer contratar outros jogadores para a sua posição.

“Acho que o Flamengo tem que contratar mais jogadores, porque o time disputa várias competições. Ter um só atacante ficaria muito puxado, até pelas lesões”, argumentou Hernane, que renovou nesta segunda-feira o seu contrato, que terminaria em maio.

“Está tudo certo, o Hernane ficará mais três anos no clube”, garantiu Paulo Pitombeira, procurador do jogador.


Fonte Link


Siga-nos pelo twitter e fique por dentro das noticias do mais querido do mundo
Postar um comentário