Translate

quarta-feira, 19 de junho de 2013

Torcida é intocável e Renato Abreu não seguiu as tradições rubro-negras






Bruno Voloch

O torcedor do Flamengo se divide. Não me refiro a contratação de Mano Menezes, prioridade de Paulo Pelaipe desde que assumiu o clube. Dito e feito, bancado pela gente inclusive no início da gestão.

Mano virou realidade.

Surpresa maior talvez tenha sido a dispensa de Renato Abreu. Não dá para dizer que o jogador era unanimidade entre os torcedores, mas tinha identificação, isso é inegável. Três vezes campeão estadual, uma Copa do Brasil e serviços prestados entre idas e vindas.

Quando resolveu ‘desafiar’ a torcida, se perdeu.

Foi assim contra a Ponte Preta após desperdiçar um pênalti e ao exagerar na comemoração do gol de empate diante do Atlético-PR. A infantil expulsão contra o Náutico acabou sendo a gota d’água.

O Flamengo, como patrão, usou do direito de dispensar o funcionário que não estava enquadrado.

Renato, reclama, diz não entender, mas certamente estará encaixado em um grande clube brevemente e beijando o escudo do time que defenderá como fazia no Flamengo.

Assim é o futebol.

Enquanto isso, o Flamengo terá mais uma despesa e arcar com os salários do jogador até dezembro.

Renato Abreu era mais problema do que solução e se perdeu ao enfrentar a torcida.





Fonte Link




Siga-nos pelo twitter e fique por dentro das noticias do mais querido do mundo
Postar um comentário