Translate

domingo, 10 de março de 2013

Inicio apagado frustra expectativas e C. Eduardo perde espaço no Fla




Carlos Eduardo foi apresentado com pompas de principal reforço para 2013 no Flamengo
Do UOL, no Rio de Janeiro


Grande contratação do Flamengo para a atual temporada, Carlos Eduardo chegou à Gávea no início do ano com status de principal jogador do elenco rubro-negro. Em campo, porém, o meia ainda não conseguiu a afirmação no futebol brasileiro. A dificuldade em retomar seu melhor futebol faz com que o apoiador enfrente as primeiras críticas, e até mesmo passe a conviver com a sombra do banco de reservas.

Até aqui, o jogador fez três partidas com pouco brilho, inclusive na semifinal da Taça Guanabara, onde foi facilmente contido pelo Botafogo. Durante a última semana, Carlos Eduardo treinou algumas vezes entre os reservas para recuperar o ritmo de jogo ideal. Quando os dois grupos se uniram, porém, Dorival Junior não deixou clara a condição de titular do meia.

Na sexta-feira, o treinador substituiu Carlos Eduardo por Cleber Santana na etapa final da atividade. O meia continuou em campo, mas entre os reservas. Situação parecida aconteceu no jogo-treino da manhã deste sábado,contra o Bonsucesso, quando começou entre os suplentes enquanto o jovem Rodolfo jogava entre os titulares. Depois, trocou de lado e atuou com a equipe principal durante uma parte do treino, mas a postura de Dorival já indica que o jogador não é unanimidade no momento.

A comissão técnica vem fazendo sua parte para recuperar o jogador. Após a eliminação, a preparação física concebeu uma programação especial para Carlos Eduardo para os 10 dias que a equipe teria sem jogos. Tanto é que, apesar de titular, o atleta participou de jogo-treino contra o Ceres na quarta-feira, no Ninho do Urubu, apenas para os suplentes. O desempenho, no entanto, não foi dos mais destacados.

O diagnóstico inicial é de que os dois anos afastado dos campos por lesões atrapalham a melhor adaptação do jogador ao Flamengo. O meia voltou a atuar no fim do ano passado, mas fez poucas partidas antes de se transferir por empréstimo de 18 meses do Rubin Kazan para o Rubro-negro. Ao todo, foram apenas 5 aparições no futebol russo em 2012.

A longa inatividade é o motivo para que o Flamengo tenha adotado uma programação especial para o jogador. As atuações sem destaque pelo Carioca, no entanto, fizeram com que a comissão técnica recuasse em relação ao status do meia, que fez suas aparições iniciais como titular absoluto. Agora, a vaga na equipe principal não é mais uma garantia para o começo da Taça Rio.

Além da importância esperada dentro de campo, Carlos Eduardo tem importante papel fora dos gramados. O jogador é a principal aposta da nova diretoria do clube, que o trouxe para ser o camisa 10 da Gávea. Embora o time tenha surpreendido na fase de grupos da Taça Guanabara, o apoiador é a grande esperança para dar um salto de qualidade no elenco para o Brasileiro


Fonte Link



Siga-nos pelo twitter e fique por dentro das noticias do mais querido do mundo
Postar um comentário