Translate

sexta-feira, 20 de julho de 2012

No fim da janela, Fla ainda pensa em Diego, cogita Morales e até Riquelme


Rubro-Negro vai tentar até o limite para contratar o novo camsa 10. Transferências internacionais chegam ao fim nesta sexta
A sexta-feira chega, e a camisa 10 do Flamengo continua guardada, à espera de um novo dono. Ele dificilmente virá do exterior, mas a diretoria mantém a esperança. A janela de transferências internacionias será fechada em menos de 24 horas. Os registros na CBF serão aceitos até a meia-noite. O tempo é curto, só que a necessidade de dar uma resposta aos torcedores faz o diretor de futebol Zinho tentar até o limite, apesar de reconhecer que a chance é mínima.


O GLOBOESPORTE.COM apurou que o clube fez novo contato com Diego. As partes estariam tentando convercer o Wolfsburg a liberá-lo. Diego interessava ao Atlético de Madri, mas o negócio com a equipe espanhola não se concretizou. O jogador está sem clima no clube alemão e tem sido criticado pelo técnico Felix Magath. Além do salário de R$ 500 mil por um ano, o Rubro-Negro pagaria uma quantia referente ao empréstimo do ex-santista, algo em torno de R$ 9,8 milhões.

Colocado por Zinho como o último da fila, Diego Morales, do Tigre-ARG, passou a ser olhado de outra forma e também seria uma opção para evitar que o clube passar em branco na janela. O jogador, de 25 anos, tem sido oferecido desde o fim de junho. Para comprar 50% dos direitos econômicos de Morales, o Flamengo teria de pagar R$ 5,2 milhões.

Nem Riquelme está descartado. O meia argentino disse “não” ao Flamengo nesta quinta-feira e esteve próximo de um acerto com o Cruzeiro. A diretoria celeste nega, e a falta de opções para o jogador o recoloca no caminho rubro-negro. Para tanto, seria necessária uma estratégia convincente do clube e do atleta depois de toda a polêmica que envolveu a possível contratação.

Segundo a justificativa dada por Riquelme, contada pelo diretor de futebol Zinho, foi a má atuação da equipe na derrota por 3 a 0 para o Corinthians, na quarta-feira, no Engenhão, que pesou. De acordo com o dirigente, Riquelme ficou assustado com o que viu em campo e com a pressão vinda da arquibancada.

As atenções do Flamengo também se voltam para o mercado nacional. Na Série A, jogadores que ainda não chegaram ao limite de sete partidas por suas equipes podem ser contratados, mas Zinho reconhece que as opções são mínimas. Outro ponto que preocupa o dirigente é o vazamento de informações de dentro da diretoria.

- Estou sem solução para esse assunto. Para as pessoas mais perto de mim, o Coutinho (Paulo César, vice de futebol), o Michel (Levy, vice de finanças), a presidente Patricia Amorim, tenho pedido insistentemente para se blindarem um pouco porque no Flamengo isso acontece com mais frequência que em outros clubes. Não que não aconteça em outros lugares, mas bem menos. Bem menos. Acho que é uma coisa que a gente podia tentar policiar para não causar um desconforto para as coisas que não acontecem. Atrapalha bastante - disse Zinho.

Clube também tenta zagueiro

O camisa 10 não é o único jogador que a diretoria do Flamengo pretende contratar até o fechamento da janela de transferências internacionais. O clube também procura um zagueiro, e o nome de Sidnei, atualmente no Benfica, tem força na Gávea. O jogador, de 22 anos, começou a carreira no Internacional e também interessa ao Zaragoza-ESP.

fonte globo.com
Postar um comentário