Translate

sexta-feira, 7 de setembro de 2012

Em dúvida sobre o futuro, Patricia prepara defesa para impeachment


Presidente do Flamengo tem alimentado cada vez mais a ideia de não tentar a reeleição no pleito que será realizado em dezembro

Por Janir JúniorRio de Janeiro


Patricia Amorim cogita desistir de tentar a reeleição
(Foto: Alexandre Vidal / Fla Imagem)

Patricia Amorim se prepara para mais um desgaste interno na política do Flamengo. Conselheiros aliados à presidente e advogados do clube terminam de redigir o documento que irá confrontar o pedido de impeachment feito pela oposição em julho. A mandatária tem que apresentar sua defesa diante da comissão de inquérito até a próxima semana. Enquanto isso, Patricia segue em dúvida sobre seu futuro no clube. Nos últimos dias, a dirigente tem alimentado cada vez mais a ideia de não tentar a reeleição no pleito que será realizado em dezembro.

No argumento de defesa é preciso esclarecer todos os pontos questionados pela oposição. Internamente, Patricia Amorim não esconde seu incômodo com a situação.
No dia 25 de julho, o ex-presidente Marcio Braga anunciou a entrada com pedido de impeachment, em documento assinado por outros conselheiros influentes. O documento, elaborado por um renomado escritório de advocacia carioca, baseia-se no artigo 27 da Lei Pelé, que trata de gestão temerária, e foi entregue ao Conselho Deliberativo do Flamengo.

A argumentação para tirá-la do cargo - ou impedir que se candidate para tentar a reeleição - tem mais de 40 páginas e aponta, dentre outros pontos, a relação entre Flamengo e a empresa Locanty, a falta de patrocínio e os contratos do atacante Deivid e de Ronaldinho Gaúcho.

Um dos anexos do documento encaminhado ao Conselho terá a minuta do contrato entre Flamengo e Ronaldinho. Este é o maior foco de revolta do ex-presidente. Ele alega que há uma cláusula lesiva: se o Flamengo deixasse de pagar duas prestações teria de quitar o restante do contrato de forma integral, acrescido de uma multa de R$ 5 milhões.

Em agosto, Patricia tentou demonstrar segurança diante do processo, apesar do desgaste que a ação causou nos bastidores:

- É um factoide, estratégia de uma oposição desesperada que sabe que internamente o trabalho está consolidado pela evolução patrimonial e esportiva que o clube teve. Não tenho qualquer tipo de receio, tudo será esclarecido no seu tempo.

fonte link

siga-nos pelo twitter https://twitter.com/urubucarniceiro e fique por dentro das noticias do mais querido do mundo
Postar um comentário