Translate

segunda-feira, 28 de janeiro de 2013

Fla mostra otimismo e espera resolver problemas com penhoras nas próximas semanas




Presidente Eduardo Bandeira de Mello espera resolver problemas de penhoras no Fla

Pedro Ivo Almeida 

Do UOL, no Rio de Janeiro



Mesmo longe de uma solução definitiva para os problemas com penhoras de receitas, o Flamengo mostra otimismo com o caso. Após o pagamento de R$ 8 milhões em impostos atrasados e um trabalho de renegociação de parte da dívida com Receita Federal e União, o clube espera resolver parcialmente o problema nas próximas semanas.

“Estamos com muitos problemas, mas muito em breve vamos resolver essas questões das penhoras. O trabalho é árduo, intenso, mas estamos no caminho para ter uma solução, receber nossas verbas e poder respirar financeiramente”, disse Wallim Vasconcellos, vice de futebol do clube.





Foto Atacante Hernane, do Flamengo, comemora o gol da vitória por 1 a 0 sobre o Volta Redonda, marcado aos 48 minutos do segundo tempo Maurício Val/VIPCOMM

O assunto é tratado como prioridade para o clube, tanto que a nova diretoria criou uma vice presidência específica para renegociar as dívidas e evitar futuras penhoras. Por ora, o objetivo é liberar e receber verbas integrais de direitos de transmissão, patrocínio da Peugeot e contrato com a Adidas.

Só no final de 2012 e início de 2013 o Flamengo teve problemas para adiantar R$ 20 milhões do novo contrato com a TV Globo e parte dos R$ 58 milhões de luvas da parceria de 10 anos firmada com a Adidas. Liberada, a verba será utilizada para finalizar a construção do CT, contratações no futebol e pagamento de dívidas trabalhistas.

“Não é uma situação nada fácil, mas estamos caminhando bem. Em um mês, já fizemos mais que outras gestões em termos de recolhimento de impostos e pagamentos de outras dívidas. Esperamos uma solução em breve”, explicou o vice jurídico Flávio Willeman, que também trabalha no caso.

Fonte  link



Siga-nos pelo twitter e fique por dentro das noticias do mais querido do mundo
Postar um comentário