Translate

terça-feira, 19 de fevereiro de 2013

Atuações: Dedé retoma ponta entre zagueiros, e Rodolfo entra em ranking




Laterais vascaínos Nei e Dieyson completam número mínimo de jogos e também são novidades na lista. Seedorf segue com a melhor média do Rio


Por GLOBOESPORTE.COMRio de Janeiro


Dedé foi um dos destaques do Vasco na vitória
sobre o Audax (Foto: Marcelo Sadio / Vasco.com.br)

Alvo de questionamentos por parte de torcida e imprensa neste início de temporada, Dedéaos poucos vai recuperando as atuações que lhe renderam o posto de ídolo do Vasco nos últimos anos e despertaram o interesse de clubes de dentro e fora do país. Depois de falhar nas derrotas para Flamengo e Bangu, o zagueiro foi mais regular contra Fluminense e Audax. Com duas notas 6,5, ele subiu sua média de 6,42 para 6,43 e retomou a liderança dos melhores defensores do Campeonato Carioca. Bolívar, do Botafogo, caiu para segundo lugar, após ver sua média despencar de 6,50 para 6,29 depois da derrota no clássico para o Flamengo.

E a lista tem novidades com o encerramento da sétima rodada da Taça Guanabara. O jovem meia Rodolfo, de 19 anos, colocou o Flamengo entre os destaques da posição. O jogador, que pertence ao Madureira mas agradou a diretoria e deve renovar contrato, entrou no segundo tempo do clássico contra o Botafogo e mostrou personalidade. Ele recebeu nota 7 e apareceu em terceiro, com média de 6,50 - atrás do vascaíno Carlos Alberto (7,10) e do botafoguense Seedorf, que se manteve como o melhor do campeonato com média de 7,40.

As outras surpresas do ranking envolvem as laterais do Vasco. Contra o Audax, Nei e Dieyson completaram o número mínimo de jogos (40% do total disputado, que no caso são três partidas) e entraram na lista para brigar pela liderança. Os dois estão com média de 5,83 e assumiram o segundo lugar de seus setores: o lateral-direito está atrás apenas de Léo Moura (6), do Flamengo, enquanto o lateral-esquerdo tem o também rubro-negro João Paulo à sua frente, com média de 6,40.

No gol, o flamenguista Felipe chegou à média de 6,36 e alcançou Jefferson, do Botafogo, no topo da lista - mas com a vantagem de ter sofrido menos gols que o concorrente (três contra cinco).

A seleção do campeonato, que leva em consideração apenas os quatro grandes, tem Felipe, Léo Moura, Dedé, Bolívar e João Paulo; Ibson, Jean, Seedorf e Carlos Alberto; Rafinha e Wellington Nem. O técnico é Dorival Júnior. Confira abaixo as maiores médias, divididas por posição.

GOLEIROS
1º Felipe (Flamengo) - 6,36
Jefferson (Botafogo) - 6,36
3º Diego Cavalieri (Fluminense) - 6,25
4º Ricardo Berna (Fluminense) - 6,0

LATERAIS-DIREITOS
1º Léo Moura (Flamengo) - 6,0
2º Nei (Vasco) - 5,83
3º Wellington Silva (Fluminense) - 5,70
4º Gilberto (Botafogo) - 5,67

LATERAIS-ESQUERDOS
1º João Paulo (Flamengo) - 6,40
2º Dieyson (Vasco) - 5,83
2º Márcio Azevedo (Botafogo) - 5,75
3º Carlinhos (Fluminense) - 5,50

ZAGUEIROS
1º Dedé (Vasco) - 6,43
2º Bolívar (Botafogo) - 6,29
3º Antônio Carlos (Botafogo) - 6,08
4º Anderson (Fluminense) - 5,83

VOLANTES
1º Jean (Fluminense) - 6,88
2º Ibson (Flamengo) - 6,86
3º Elias (Flamengo) - 6,70
4º Edinho (Fluminense) - 6,25

MEIAS
1º Seedorf (Botafogo) - 7,40
2º Carlos Alberto (Vasco) - 7,10
3º Rodolfo (Flamengo) - 6,50
4º Wagner (Fluminense) - 6,40

ATACANTES
1º Rafinha (Flamengo) - 7,21
2º Wellington Nem (Fluminense) - 7,00
3º Hernane (Flamengo) - 6,93
4º Fred (Fluminense) - 6,83

TÉCNICOS
1º Dorival Júnior (Flamengo) - 6,71
2º Abel Braga (Fluminense) - 6,14
Gaúcho (Vasco) - 6,14
4º Oswaldo de Oliveira (Botafogo) - 6,07



Fonte Link


Siga-nos pelo twitter e fique por dentro das noticias do mais querido do mundo
Postar um comentário