Translate

sexta-feira, 22 de março de 2013

Flamengo reforça o psicológico: ‘coach’ amigo de Jorginho motiva elenco e fala em acreditar em si mesmo



Lulinha Tavares no meio de Jorginho e Ailton Foto: Arquivo pessoal
Diogo Dantas


O grande reforço do Flamengo no início de trabalho de Jorginho é a motivação. Contrário aos treinamentos longos e em dois períodos, o novo treinador estendeu a atividade de ontem no Ninho do Urubu oferecendo aos jogadores uma palestra motivacional.

À frente estava Lulinha Tavares, amigo do técnico que trabalha como "coach", profissional qualificado para estimular a reflexão pessoal para que as metas sejam atingidas.

Com elenco do Figueirense, que tinha Wellington Nem



Lulinha fez trabalhos do gênero no Figueirense, em 2011, e em outros clubes. Até no Fluminense que lutou contra o rebaixamento em 2009. O motivador se tornou uma espécie de guru do técnico Jorginho, que o convidou para uma apresentação no Flamengo.

O "coach" reuniu os atletas em uma sala do CT e estimulou as características de cada um através de perguntas sobre a personalidade e os objetivos na carreira. A novidade agradou aos jogadores, que ouviram que precisavam acreditar em si mesmos.

O diretor Paulo Pelaipe, porém, foi pego de surpresa. Ao ser contactado inicialmente, desconhecia a palestra. Depois, confirmou, dizendo que a ideia foi ocasional e que atividades do gênero são comuns em clubes da Europa. Lulinha não foi pago pela palestra.

No Figueirense com Jorginho, em 2011, Lulinha motivava jogadores



O Jogo Extra localizou o profissional, mas ele disse que não poderia dar entrevista sem falar com Jorginho, mas confirmou o encontro. Em seguida, desligou o telefone. Ao site do Figueirense, explicou como funcionava o seu trabalho com atletas.

"Ajudo os atletas a refletir, planejar e agir para atingir metas e conquistar resultados. Auto-fala, visão periférica e controle de ansiedade são algumas das coisas", dizia.



Aos 41 anos, Lulinha é formado em Educação Física e já jogou na base do Flamengo e do Botafogo, mas abandonou o futebol por causa de uma lesão no joelho. Em 2011, ele já havia dado uma palestra para os jovens que acabaram se tornando campeões da Copa São Paulo de Futebol de Juniores.

No site do Instituto Haggai Brasil, organização cristã dedicada ao desenvolvimento de líderes, Lulinha é descrito como "pastor e empresário". O instituto é ligado a Igreja Batista, da qual o técnico Jorginho é fiel.



Fonte Link



Siga-nos pelo twitter e fique por dentro das noticias do mais querido do mundo
Postar um comentário