Translate

quarta-feira, 24 de abril de 2013

Cervejaria suspende auxílio de R$ 5 mi ao Fla para construção do CT




Clube é avisado por representantes da Ambev, que continua interessada em colaborar, mas vai estudar outra maneira


Por Richard Souza
Rio de Janeiro


O CT do Ninho d Urubu não contará com o suporte da
Ambev (Foto: Alexandre Vidal / Flaimagem)

A retomada das obras no Ninho do Urubu, paralisadas desde setembro, volta a ficar sem prazo para o Flamengo. Nesta terça-feira, o vice de patrimônio Alexandre Wrobel teve um encontro com representantes da Ambev para tratar do aporte financeiro para a construção do CT e foi informado sobre a suspensão do auxílio de R$ 5 milhões que seria empregado na conclusão dos 20% que faltam nos módulos 16 e 17 do Ninho, destinados ao futebol profissional.

- Eles querem ajudar, não querem estar fora do processo, mas têm que achar uma nova formatação. O que estava previsto foi alterado e está suspenso. Essa ajuda extraordinária não vai ocorrer. Ficamos de marcar uma nova reunião com eles e o nosso marketing para ver como costurar um novo formato – explicou Alexandre Wrobel.

Botafogo, Fluminense e Vasco, que receberiam R$ 6,5 milhões, também não podem mais contar com a verba. O Flamengo esperava receber o dinheiro em breve para fazer as máquinas voltarem a funcionar no Ninho. A expectativa era de que R$ 10 milhões estivessem disponíveis até o fim do mês. Neste caso, além dos R$ 5 milhões da Ambev, a outra metade do valor virá do poder público municipal, como forma de compensação pela concessão de terrenos para que Vasco, Botafogo e Fluminense construam seus centros de treinamentos. Reuniões já aconteceram recentemente para definir os termos do acordo e o pagamento, mas nada ainda foi colocado no papel. Ambas as partes, no entanto, tratam a questão como apenas burocrática. A promessa de auxílio da Prefeitura está mantida.

Com a parceria com a Ambev, que vigorou até o fim do ano passado, o Flamengo ganhou, por exemplo, mais um campo para o futebol profissional, o de número cinco. A empresa também comprometeu-se a construir a sala de imprensa do Ninho do Urubu e a nova sala de musculação, o que será cumprido. Com a verba que já foi recebida, o clube comprou novos equipamentos e ainda possui dinheiro para investir no CT, mas não o suficiente para a conclusão da parte principal. Ainda são necessários R$ 8 milhões.

Fonte Link



Siga-nos pelo twitter e fique por dentro das noticias do mais querido do mundo
Postar um comentário