Translate

quarta-feira, 11 de julho de 2012

Zinho diz que Diego é unanimidade no Fla: ‘Bem visto por todos no clube’

Diretor nega divisão entre os dirigentes na escolha do camisa 10 e afirma que contratação de um jogador de meio fechará o ciclo de reforços



O diretor de futebol Zinho é o principal defensor da contratação do meia Diegopelo Flamengo. A pedido dele, o vice de finanças Michel Levy formatou uma proposta e apresentou ao Wolfsburg. Os dirigentes rubro-negros aguardam uma resposta ainda esta semana. Nesta terça-feira, Zinho disse que esperaria até a manhã de quinta. Nesta quarta, depois de apresentar o lateral-esquerdo Ramon, afirmou que o prazo pode ser esticado até sexta. Caso a posição dos alemães não chegue, ele irá desistir do negócio e partir para outras opções.

O prazo é curto. A janela de transferências internacionais será fechada no próximo dia 20. Diante da dificuldade de contratar Diego, o Flamengo se dividiu. Há uma corrente no clube favorável ao nome de Riquelme. O argentino, de 34 anos, anunciou nesta terça que não ficará no Boca Juniors. Zinho diz que Diego é um nome de consenso e que não há nenhum tipo de resistência.

- Acho que não. Na reunião que nós tivemos ontem com os vice-presidentes ficou claro que o jogador é muito bem visto por todos. Até pelas notícias a gente vê isso. Um camisa 10 de Seleção, de 27 anos.

Segundo o diretor, Riquelme foi sondado, mas nada além disso.

- Ficamos sabendo via imprensa que o Riquelme vai deixar o Boca Juniors, tem comunicado do clube, mas não sentei para conversar com ninguém. Se não der certo com o Diego, pode até ser um nome, apesar ser um jogador de outra característica, de mais idade, com outra personalidade.

Na proposta levada ao Wolfsburg, R$ 7,5 milhões seriam pagos pela Volkswagen, acionista do clube alemão que estamparia sua marca no espaço nobre da camisa do Rubro-Negro pelo menos até o fim do ano. Outros R$ 7,5 milhões seriam bancados pelo Fla. Com isso, o meia, de 27 anos, receberia R$ 15 milhões por uma temporada, contando os impostos. Ao fim do contrato, uma nova negociação com a Volkswagen discutiria valores para uma prorrogação do vínculo. O salário de Diego seria em torno de R$ 1,2 milhão, praticamente o mesmo que recebia Ronaldinho Gaúcho.

Por se tratar de uma operação casada, comercial e esportiva, ela terá de passar pelo crivo do Conselho Deliberativo do clube. Segundo o presidente do Conselho Fiscal do Flamengo, Leonardo Ribeiro, o formato da proposta não é aconselhável. Zinho diz que nada será concretizado sem a aprovação dos poderes do clube.

- Acho que não haveria problema. A gente tem que ter a resposta, que até agora não veio. Se for sim, apresentamos ao Conselho antes de fechar. Vamos ouvir o Conselho antes. Mas falar sobre isso agora é só especulação. A operação é muito boa para o Flamengo. Se for da maneira que a gente pediu, ela é excelente. Agora, tem que ter um sim do outro lado. Nós não temos condições de assumir o que o Diego ganha no exterior. A gente só entra na operação que é excelente para o Flamengo. O Flamengo não vai assumir nenhum loucura. Se for para pagar sozinho, não tem negócio.
De tão concentrado na procura por um reforço para o meio-campo, o departamento de futebol do Flamengo deixou de lado, por exemplo, a busca por uma zagueiro, que também era uma das metas. Zinho diz que espera encerrar as contratações com a chegada do camisa 10.

- Na zaga nós temos o Marllon, que é jovem, ainda oscila um pouco, mas está bem. Temos o González, que é mais experiente, mas tem o problema das convocações para a seleção chilena. O Arthur (Sanches) foi uma surpresa, entrou no Fla-Flu e deu conta do recado. Não se tornou a prioridade mais para a gente. Ficamos focados em buscar um camisa 10. A gente tem que ter também planos B e C. Gera um desgaste muito grande. Durante o dia todo ficamos em contato com empresários, clubes, analisando possibilidades. Você começa até a ver jogador que não tem muito nome, mas poderia vir. E temos olhado bem para a nossa casa. O Adryan tem entrado bem, o Mattheus, tem o Thomás. O Bottinelli jogou no Fla-Flu mais adiantado. A gente começa a tratar com o que tem dentro da casa.

Além de Diego e Riquelme, o nome de Darío Conca já entrou na pauta do Flamengo. Nesta quarta-feira, o meia Roger, ex-Cruzeiro, que já defendeu o Rubro-Negro, disse que também foi sondado.
fonte : globo.com
Postar um comentário